sábado, dezembro 17

O som do que não se diz (I):


O discurso "Politicamente Correcto", mais do que um discurso (como o "discurso de esquerda" ou o "discurso de direita") é uma linguagem. O importante não são as posições que toma mas os vocábulos que introduz, e, mais crucial que tudo, os que elimina. É um exemplo de Newspeak, um ingrediente fundamental de qualquer bom pesadelo Orwelliano. Quando limitamos adequadamente a linguagem, as críticas ao status quo deixam de ser sequer blasfémias, passam a ser frases-mal-formadas, desprovidas de significado. É esse o propósito destas "inovações linguísticas". O seu verdadeiro propósito só se sente nas gerações seguintes, que não conseguem sequer fazer o "parsing", a descodificação, das frases que no passado eram blasfemas, mas que na nova linguagem já nem frases são.

19 comentários:

on disse...

Podemos assistir na àrea da educação a uma manipulação contínua da linguagem.
A abolição de termos como substantivo e adjectivo substituindo-os pelos "sintagmas" teve como principal consequência que os pais deixassem de poder ajudar os filhos no estudo da sua lingua materna. Deixou-os também incapazes de criticar a incompetencia dos professores ou as lacunas dos programas. Esta política foi acompanhada de apelos sistemáticos à participação dos pais na vida escolar dos filhos.

OMWO disse...

"participação na vida escolar" quer dizer ir conversar com a professorinha para ela incutir neles também a ideologia :)

Ou para prestar tributo? levar uma maçã? Ouvir a senhora dzer umas banalidades sobre a interacção do menino com os colegas, a auto-estima, e essas coisas (misturado com umas pitadas de culpa cristã reciclada sob outro nome)

Ou então deve significar ir assistir aos joguinhos de futebol dos meninos.

De resto não estou bem a ver o que seja, quando os putos precisam de ajuda paga-se um explicador e está feito.

on disse...

Outra técnica muito usada para desresponsabilizar os "grandes educadores" do ministério consiste na "inovação" constante nos programas, acompanhada de uma mudança constante na terminologia que usam. Quem quiser discutir com eles tem primeiro de ir aprender o vocabulário.
É para ficarmos a perceber que é um assunto demasiado técnico para os leigos.
Alguém sabe o que é uma díade?

OMWO disse...

Não é esse o principio fundamental do sistema legal? Foi tornado tão desnecessariamente complexo que é impossivel navegá-lo sem um especialista pago a peso de ouro. Foi desenhado por quem? Pelos especialistas pagos a peso de ouro. Coincidencias...

Os contratos dos produtos de software são tão pesados e escritos num legalês tão deliberadamente obscuro - e mais do que obscuro, longo e enfadonho - que o cidadão comum acaba por carregar no "ok" sem ler coisa alguma, e por vezes descobre que "assinou" as coisas mais incriveis...

OMWO disse...

Díade? hummm....Uma tríade à qual foi retirada uma mónade? :O)

OMWO disse...

...através de um processo chamado mona-diálise :))


Uma boa filtração dos rins era aliás o que se precisava em muitos campos...

MP-S disse...

Esta questao do PC causa-me alguma perplexidade. O new-speak favorece os estados totalitarios, percebo a questao.

Que instituicoes sao favorecidas pelo PC e de que maneira e' que o cultivam na sociedade?

OMWO disse...

Depende. Qual é a teoria de conspiração que subescreves? :)

MP-S disse...

E' pa', eu nao subscrevo nenhuma... mas agora estou curioso em aprofundar essa da conspiracao politicamente correcta!! :-) ahahah

Acho que inventamos um tipo de conspiracao nunca antes conhecido: conspiracao PC.

on disse...

"Que instituicoes sao favorecidas pelo PC e de que maneira e' que o cultivam na sociedade?"

Caro mp,
esta é uma questão dificil. As coisas são bastante subtis. Mas não ficará sem resposta.

OMWO disse...

eu estou fora, mas volto amanha e falamos sobre isso :)

OMWO disse...

>Que instituicoes sao favorecidas pelo PC e de que >maneira e' que o cultivam na sociedade?

O movimento PC fomentou a ideia de que a linguagem comum era na verdade uma especie de "OldSpeak", isto é, ela propria uma linguagem codificada cuja utilização implicitamente vitimava certos grupos desfavorecidos - as mulheres, os gays, os negros, etc( a diferença é que esse OldSpeak não foi criado em laboratorio como o PC com objectivos politicos deliberados, mas evoluiu, de forma nada neutra, claro, porque as linguagens nunca são neutras, mas de forma "natural", que é como quem diz, acidental)

Que instituições são favorecidas pelo movimento PC? Em teoria, esses mesmos grupos desfavorecidos, que são levados a reivindicar direitos e a pedir compensações por ofensas sofridas. Em teoria.

Na prática (na minha opinião) o movimento PC (que não é um movimento centralizado mas um conjunto vagamente conexo de gente a quem o conceito seduz) favoreceu essencialmente as instituições que ele proprio criou.

Um exemplo são os infindaveis enxames de novos educadores, com as suas teorias infinitamente desculpabilizantes, relativistas ao extremo, que escondem muitas vezes uma falta de conhecimento das matérias uteis debaixo do véu da sua nova linguagem "educativa". Quem é que eles favorecem? Os alunos? Não creio. Eles favorecem-se a si proprios. Em geral são professores mediocres, que jamais teriam adquirido o poder que possuem por mérito proprio, mas que conseguiram subir à custa de se juntarem em grupos influentes que cavalgam esta onda política da moda...

Outro exemplo são os movimentos politicos de uma certa esquerda histerica que, ao propôr-se como defensora desses grupos desfavorecidos espera receber os seus votos...na prática o extremismo das suas posições acaba por gerar mais má-vontade em direcção a esses grupos do que qualquer vantagem. Não faz mal, o unico grupo a que se pretende dar vantagem é ao grupo dos dirigentes do proprio partido...

on disse...

Outro grupo são os dirigentes da maioria dos países subdesenvolvidos, em particular dos países da África subsahariana (mais pc do que África negra). São os que nós conhecemos melhor.
A irmandade PC garante-lhes cobertura para a sua cleptocracia, desculpa todos os crimes, consegue-lhes financiamentos e perdões de dívidas. Os povos desses países pouco ou nada beneficiam. Boa parte do dinheiro que não é usado para comprar aramas vai parar a uma conta bancária num país "neutro".

on disse...

"e de que maneira e' que o cultivam na sociedade?"

Uma das tecnicas fundamentais é o apelo aos nossos bons sentimentos e aos nossos sentimentos de culpa. Se estes ultimos não forem suficientemente fortes, tenta-se aumentá-los.

on disse...

Os jornalistas incompetentes ou simplesmente preguiçosos são os maiores propagadores do politicamente correcto.
O PC fornece-lhes um conjunto pronto a utilizar de perguntas e pequenas ratoeiras que podem por ao entrevistado ou que podem usar para comentar a noticia. Dispensa-os de ter de estudar os assuntos em jogo e principalmente de ter de pensar neles.

on disse...

Instituições como a ONU, que dependem de votos de muitos pequenos paises comandados por pessoas que beneficiam do PC tornam-se rapidamente propagadoras do PC.

Grandes empresas produtoras de cosmeticos, refrigerantes ou roupa querem evitar problemas com os defensores do PC, que podem afectar as suas vendas. Pressionam directa e indirectamente todos as figuras pública com quem tem contratos ou que gostariam de ser por elas contratadas a comportarem-se correctamente.

Madonna, uma mulher extremamente inteligente e poderosa, atreve-se de vez em quando a subverter o PC, embora já tenha tido por vezes sido obrigada a recuar.

on disse...

Larry Flint é o dono da cadeia de pornografia Hustler e uma figura especialmente controversa. Ficou paraplegico após ter sido atacado a tiro por um extremista de direita.
Woody Harrelson, que decidiu fazer o papel de Larry Flint no filme "The People vs. Larry Flynt" foi nomeado para um Oscar pelo seu papel. Woody foi avisado de que não devia fazer o papel.
Nos dez anos seguintes o melhor que conseguiu foi uma papel de três minutos a fazer de travesti prostituto.
Hollywwod é a capital mundial do PC. Não se podem dar ao luxo de perder clientes.

O Setúbal disse...

ON, blasfémia: Hollywood, embora PC-dominado não é PC. Scorsese, De Palma não são PC. Mas o Spielberg, raios o partam apesar do génio, agora é.

O Setúbal disse...

E em 74 o Bob Fosse fazia o "Lenny" que para mim encerrou o assunto da PC antes que ela florescesse.