terça-feira, junho 14

Gostei de ler...


No DN escrito pelo Miguel Gaspar:

Fiquei com esta ideia julgo que Dan Brown é o protótipo de alguém que interroga criticamente a história oficial mas não questiona criticamente as fontes que sustentam a sua hipótese.



Na Terra da Alegria, Leonardo Boff citado pela Maria da Conceição no texto "Olhares sobre a Igreja":

A prática originária de Jesus e da Igreja apostólica vai na linha contrária à encenação pública. Jesus diante de tais multidões usaria um discurso que ninguém da midia reproduziria, pois seguramente seria um ruído insuportável: Convertei-vos, mudem de vida, cuidem do faminto, façam justiça ao oprimido e não dissociem o amor a Deus do amor ao próximo, pois ambos são uma coisa só.

4 comentários:

wind disse...

Engraçadas estas opiniões:)

M disse...

Os Evangelhos contêm textos do mais bonito que há. Tanto pelas ideias neles contidos como pela beleza das palavras.

Anónimo disse...

Caro CA,
obrigada pela transcrição e pela belíssima fotografia de Leonardo Boff. Cada vez me encanta mais este homem. A serenidade que nos transmite revela um homem que está bem consigo mesmo. É, verdadeiramente, um homem com os pés na terra e o coração no "céu".

M. Conceicao

Anónimo disse...

You have an outstanding good and well structured site. I enjoyed browsing through it » »