domingo, maio 29

Que queremos comprar quando compramos o jornal?

Como muita gente, habituei-me durante anos e anos a comprar livros em livrarias e discos em "discotecas" (termo cujo significado sofreu entretanto uma translacção). Este conceito está em efervescente mudança, e não só por causa das grandes superfícies, os hipers, a que poderíamos chamar, puxando a brasa ao gosto pela geometria neste blog, "hipersuperfícies". Mesmo sem ir à procura de números para traduzir o fenómeno, não tenho dúvida de que a compra de livros e discos em edições distribuídas por jornais corrsponde hoje a uma fatia gigantesca no total do comércio nesta área. Há séries de livros, cds musicais e dvds com filmes para quase todos os gostos. As colecções do Público têm características diferentes das do DN ou das do 24 horas.
Um fenómeno semelhante, mas mais irritante, é o de os bancos terem entrado também a matar na actividade comercial com os clientes. Nas duas últimas vezes que tive de ir tratar de um assunto pessoalmente na agência, tentaram vender-me um computador portátil e um "cinema em casa" com um estendal de fios e colunas. Ainda por cima, tratando-se de brinquedos em que é enorme a concorrência dos fabricantes, só podia escolher entre dois modelos. Está-se mesmo a ver o que eles queriam. Felizmente posso executar quase todas as operações bancárias pela internet. Só porei os pés na agência em último caso.
Entretanto, cedi recentemente ao impulso consumista e acabei por adquirir um videogravador. Atravessei a época dos de cassetes sem comprar nenhum, mas agora que gravam em disco duro e com imagem de boa qualidade, fraquejei. O brinquedo é ínteressante, embora ainda um pouco maçador no que diz respeito a certas funções que nos obrigam a um constante recurso ao manual de instruções.
As gravações de canais tv exigem já (se quisermos vê-las, claro) um tempo disponível que não é fácil ter. Assim, comprar filmes em dvd parece supérfluo e inútil. E, dado o preço que custam nas lojas, compreendo muito bem o êxito das edições distribuidas por jornais. O que custa a compreender é como ainda há um vasto público que compra dvds por 25 ou 30 euros e cds audio por 19-20 euros.
Mas, mais angustiante do que a ideia de comprar caro, é fazer as contas ao tempo de que teríamos de dispôr para voltar a ouvir a colecção de cds (é fácil chegar aos 200...) ou, pior ainda porque exige mais disponibilidade, para voltar a ver a colecção de filmes que temos, ou podemos vir a ter, em casa. Apercebemo-nos então de como é curto o tempo que presumivelmente nos resta. Dito de outro modo: dos discos (e, já agora, dos livros) que guardamos, que associamos a uma parte da nossa vida e de que pensamos poder voltar a usufruir, é certo que não nos sobrará tempo para voltar a ouvir (ou reler) a maior parte. Gestos que gostaríamos de ter, não mais teremos.

10 comentários:

wind disse...

Pois...

Anónimo disse...

Em comparação com isto, o défice é uma brincadeira?

Calvin disse...

Olha, só sei que sem fazer nada por isso, o BBVA me ofereceu um conjunto de copos que muito me têm ajudado nas degustações vinícolas cá deste cantinho e um edredon que os meus gatos adoram. E a recente colecção de Jazz vendida com Público e da responsabilidade do José Duarte é um mimo. :o)

lino disse...

Anónimo: a ideia que eu queria transmitir no final estava mal explicada. Emendei.

Anónimo disse...

O que fica são os grandes desafios que nos roubam o tempo e nos evitam o enfado. Ansiamos pelos pequenos prazeres de fim do dia que nos restituem o equlíbrio. Mas eles são apenas isso: pequenos prazeres que nos restituem o equlíbrio.

Basho

Anónimo disse...

Ainda se usa o termo discoteca? Acho que as nossas boites já não se chamam discotecas. Não me lembro como é que se chamam agora...

Anónimo disse...

Peço desculpa! Informei-me junto de quem sabe. A palavra discoteca ainda tem emprego. Os joelhos começam a vacilar. É a meia-idade.

Anónimo disse...

Já comecei a ser despropriado de algumas palavras...

Anónimo disse...

Where did you find it? Interesting read Comparison between vardenafil cialis and viagra Losing weight after taking celexa Hotel employees restaurant industry retirement plan American express bill pay click here Peugeot 307 dashboard symbols License plate framesgolf shoesgolf gripsping putters outdoor outerwear such as coats Car cover mg Cooling heating spacepak system automatic gate opener Husky floor mats 2000 4runner carlisle collection alpaca coat

Anónimo disse...

best regards, nice info Business cards angel cards Winch bumper for jeep cherokee Percocet purchase online nude guy ass Play blackjack for fun pornstar dated deniro fioricet Help scrabble words i want to buy reductil slimming tablets G-unit spinner necklaces http://www.cialis-0.info