terça-feira, janeiro 31

Liberdade, Igualdade, Fraternidade

O jornal dinamarquês Jyllands-Posten publicou uma série de cartoons sobre Maomé. O objectivo não é gozar o profeta do Corão mas apenas lembrar que é preciso furar a barreira de auto censura que foi consolidada com o affaire Rushdie e os assassinatos de Theo van Gogh e Pim Fortuyn. O Diário Ateísta conta as reacções dos fundamentalistas muçulmanos à publicação dos cartoons.
Para que ninguém se fique a rir, vamos equilibrar as coisas com dois cartoons tirados daqui.

8 comentários:

OMWO disse...

Raios te partam!!!!

Eu ia fazer um post sobre o mesmo assunto!

Tu tens espiôes no meu cérebro?? :))

O que é triste em todo este assunto é que a EU andou a fazer pressão para a coisa ser abafada...
A Noruega acobardou-se e veio pedir desculpas aos coitadinhos dos meninos, mas pelo menos na Dinamarca ainda ha quem tenha alguma coragem.

Esta gente não descansa enquanto não vivermos numa teocracia.

So por cima do meu cadáver, já não bastava 2000 anos com o crucificado, ainda vinha agora o outro...

on disse...

Com os artigos, é assim :))))
[Private joke]

Anónimo disse...

Eheheheheh :)

Hugo

OMWO disse...

Ri-te, ri-te...eu vi como tu gostaste das famosas tabelas :)

Desertor :)

Snowgaze disse...

Está giro! :)

Anónimo disse...

Enjoyed a lot! » »

Anónimo disse...

You have an outstanding good and well structured site. I enjoyed browsing through it video editing schools

Anónimo disse...

Looking for information and found it at this great site... Disabled sex bench Got my vibrator Bubble butts milfs erotic story Racisim latin america Developing an international strategy for asian expansion Hairy and naked girls Quality sex stories Italian girl ass Hairy xxx sex triva strap ons Super star destroyer executor model