sábado, janeiro 21

Confissões de um eleitor (2)

Soares mostrou o seu lado amargo durante os últimos meses do seu segundo mandato como primeiro ministro. Não gostei nada do que vi. Engoli um sapo para votar nele na segunda volta da sua primeira eleição. Soares retribuiu o meu voto ensinando aos portugueses como é que se desempenha o cargo de Presidente da República. Só então percebi que Eanes tinha sido um desastre. Bem mereceu ser enterrado em vida. O Eanes que eu detestava ante de ele chegar à presidência e que apoiei convictamente durante o segundo mandato.

No fim do mandato de Soares, achei que tinha aprendido o ofício de eleitor.
Embora soubesse à partida que Sampaio seria um presidente sem garra, cheguei a entusiasmar-me no dia da sua eleição. Depois de muitas hesitações, acabou por decidir bem nos dois momentos decisivos, ao admitir e demitir Santana Lopes. Não lhe perdoo as vezes que estica o pescoço para aparecer na fotografia, mostrando-se preocupado com problemas do país que muitas vezes não entende, nem se esforça por entender.
Começo a achar agora que ainda vou ter saudades dele.

9 comentários:

/me disse...

On, e eu que pensava que eras um rapazito novito. :)
Afinal já votavas nessa altura.
Hmm...

raiva disse...

"Soares mostrou o seu lado amargo durante os últimos meses do seu segundo mandato como primeiro ministro." Queres dizer como PR, certo?

Como sabes, acho q Sampaio andou mal nas últimas crises, muito mal.

Espero q não venhas a ter saudades dele e do seu discurso redondo e vazio. Mas, se houver segunda volta com o Alegre, é provável que sim...

on disse...

Não Raiva, falo dos ultimos meses dele como PM. Tomou decisões dificeis e corajosas, que eu não compreendi na altura. Mostrou também um pouco do seu lado negro.

scriptore disse...

Eu não percebo porque razão é que o apertar de cinto, é atitude "dificil e corajosa" quando provém de esquerda e quando é necessário que um governo mais à direita o faça é apenas laxismo liberal.

Garra não faltará a Cavaco, por certo. Não sei se entenderá todos os problemas do País, mas procurará resolver aqueles que perceber. Eu não avalio por baixo a Presidência de Jorge Sampaio, acho que o ponto em que mais errou foi não ter percebido mais cedo o caminho a que o Guterrismo estava a levar o país. Com Santana foi bastante mais lúcido (???)

on disse...

Caro Scriptore,
votei em Sampaio das duas vezes.
Quanto a Cavaco, acho que vai completar amanhã metade dos seus objectivos enquanto presidente. Se as coisas não lhe correrem muito mal, completa a outra metade num domingo daqui a cinco anos.

scriptore disse...

Amigo On,

Se Cavaco for assim tão simplista, como prevê, daqui a cinco anos não terá o meu voto e o meu apoio. E cá estarei para o criticar.

on disse...

Caro Scriptore,
o programa de Sampaio também não era muito mais longo :)))

Anónimo disse...

É a primeira pessoa que tem a mesma opinião que eu em relação ao Sampaio: que ele fez bem tanto em admitir como em demitir Santana. Nunca pensei que tivéssemos ideias políticas tão comuns...
Hugo

on disse...

:)