quinta-feira, janeiro 12

Alguém me esclarece?

Recém-nascidos podem ser despertados para a fé.
Acham que sim? O que será o despertar religiosos de um recém nascido?

3 comentários:

M disse...

Será toda uma envolvência que se cria à volta da criança? Hábitos que se imitam e que funcionam como estímulo, do mesmo modo que todos os estímulos que habitualmente se usam para desenvolver os aspectos da personalidade, a criatividade, etc.? Mas penso que tudo isso só funcionará se não for sentido pela criança como postiço. E as crianças são extremamente sensíveis à verdade das palavras e dos actos.

on disse...

M,
estou curiosos de saber o que andam a fazer às criancinhas.
Os minha certeza de que não vão conseguir endoutrinar ninguém não compensa os meus receios pelos males que lhes possam fazer.

Lutz disse...

Também li a notícia e ela me despertar um mau estar. Repugna-me a ideia de que se estuda e aplica métodos para incutir a religião nas crianças de tenra idade. Embora reconheçe que para um crente convicto o problema talvez não se pode colocar assim, a mim me sabe a manipulação desonesta. Acho bem que se transmite aos seus filhos a religiosidade pela "osmose" por assim dizer, isto é, pelo exemplo próprio e também, naturalmente, pela forma de vida familiar, que é determinado, e bem, pelos pais. Não se devia ir para além disso.