sábado, dezembro 15

Vês, ouves e lês

Francisco Chimoio, arcebispo do Maputo, desaconselha o uso do preservativo. Afirma que várias marcas de preservativos produzidas na Europa são deliberadamente infectadas com sida, o mesmo acontecendo com os medicamentos que são usados para tratar a doença.
Neste momento 16% da população moçambicana está infectada com o vírus.
Como pode a hierarquia da igreja católica ignorar estes factos?
E tu, católico praticante, vais ignorar estes factos?

7 comentários:

Jaime disse...

Gostava de adicionar um toque pessoa a essa "teoria da conspiração": no lado de fora dos preservativos são postos espermatozóides para engravidar as mulheres.

Mais a sério, acho improvável que o HIV pudesse ser posto num preservativo no momento do fabrico e ainda ser infeccioso meses mais tarde no momento do uso. Ver aqui.

mendigo disse...

Chamar teoria da conspiração às afirmações do Monsenhor é dar má reputação às ditas cujas:)

CA disse...

"E tu, católico praticante, vais ignorar estes factos?"

Eu já ficava feliz se os bispos portuguses não dissessem muitos disparates, quanto mais os moçambicanos.

Espero que o Vaticano repare nestas declarações. Pelo menos aos bispos portugueses este Papa disse-lhes algumas coisas muito acertadas na recente visita a Roma.

on disse...

CA, não estamos a falar de disparates, mas da vida das pessoas. Já que falas np Papa: as ordens dele foram claras. Estou à espera

(de ser evengelizado).

CA disse...

On

Em geral os disparates dos bispos afectam gravemente as pessoas (aliás como os disparates dos governantes, por exemplo). Como se já não bastasse o disparate da posição oficial católica sobre a contracepção, este bispo consegue inventar disparates adicionais muito maiores.

Quanto a ti, já estás a ser evangelizado.

lino disse...

Eu gosto mais da teoria da Maathai, primeira mulher africana a ganhar o Nobel da Paz: "In fact it (the HIV virus) is created by a scientist for biological warfare".
http://www.abc.net.au/news/newsitems/200410/s1216687.htm
O bispo está em boa companhia. E tu, ecologista devoto, vais acreditar nas verdades convenientes?

on disse...

Lino,
acredito nessa teoria com 1% de convicção.

PS: Não comentas o post abaixo?