domingo, dezembro 2

25 comentários:

Diogo disse...

Aquilo, lá ao fundo, é o cabo Espichel?

on disse...

Como pode alguém não se dar conta da profunda inquietude que assola esta boa alma?

Alexandre Pierson disse...

A fotografia parece-me encenada (o que não é necessariamente negativo de um ponto de vista fotográfico).
As cores parecem-me também um pouco artificiais.Filtros ou retoque digital ?

Anónimo disse...

em certos sites esta foto teria como título, em vez de "inquietude", qualquer coisa como "belo rabo". e confesso que me é difícil concentrar em qualquer coisa que não isso... deve ser da idade :P

Hugo
http://dottoratoamilano.blogs.sapo.pt

Sofia disse...

Meninos... Hello!! :))

Parabéns, Hugo, pela sinceridade.
Nem eu consigo ver mais nada!
O rabo não é mau, de facto, mas... e as pernas? Perfeitas, não?

on disse...

Protesto!
Procurem no google uma foto que ilustre o tema "inquietude".
Vejam que foto é que aparece em primeiro lugar. Pelo menos no meu google é assim!

on disse...

Vão a:

http://anaximandrake.blogspirit.com/archive/2006/04/index.html

Me lumen, vos umbra regit

« C’est dans l’écriture que se décide ce que je crois » (Musil)


« Son phosphore, il danse à la crête de ses rêves. Il va couple à jamais uni par le miracle du feu. Doux nageurs de la mémoire, voguez horizontaux, et que rien de l'humaine inquiétude ne vous marque.

Lutz disse...

Uau!

Jaime disse...

«Como pode alguém não se dar conta da profunda inquietude que assola esta boa alma?»

Sim, a inquietude está manifestamente estampada no rabo da senhora.

Sofia disse...

Então e as pernas?!
Ninguém acha as pernas fenomenais?

on disse...

A jovem não fita o mar. Olha para baixo, imersa nos seus pensamentos.
Haja respeito!

on disse...

São fenomenais, sim senhor.
Niguém daqui costuma ir ao Guincho?

Jaime disse...

Agora só falta saber se a personalidade da senhora acompanha o corpo. Em matéria de inquietação, claro está. :-)

Hugo disse...

Ò ON; eu imagino-a mais a olhar para baixo e a pensar: "Hummm... como será essa história da depilação brasileira?"

Que, no fundo, não deixa de ser uma inquietação como qualquer outra. E sim, gosto muito de ir ao Guincho :)

Sofia disse...

E alguém viu como estava o mar no Guincho, ontem? Sublime!
(ligeiramente mais do que as pernas, até)

mendigo disse...

Olha pra eles, ainda não repararam na foto nova!

Laura disse...

Intimidados:)

OMWO disse...

>Aquilo, lá ao fundo, é o cabo >Espichel?

Lá no fundo? Mas quem é que consegue focar lá no fundo?

E...raio de gajos, são sempre iguais...parecem o terminator, com aquelas talas digitais a seleccionar sempre os mesmos alvos-chave! o rabo dela é giro, sim, mas há bem melhor...agora aquelas escápulas...:)

OMWO disse...

Já agora, parece-me que reconheço esse corpo. Ela é aquela miuda que tem uma gémea, não é? A namorada do fotógrafo não-sei-quantos (a inveja bloqueia-me a memória do nome dele) que já referiste algures no blog...

Acima de tudo ela tem um porte magnífico, fica mesmo bela a sombra abaixo das omoplatas e a curvatura implícita da coluna.

>inquietude que assola esta boa >alma?

Tiraste-me a palavra da boca. E a palavra é mesmo "boa". ;)

on disse...

A Loba?
Quero dizer, Luba?
É possível...

OMWO disse...

Luba, é isso! Tenho a certeza (fuzzy! :D). p=90%. Aquela fisionomia é muito particular.

Hugo disse...

Graças ao ON e ao OMWO fui confirmar se era ou não essa tal de Luba. Não cheguei a nenhuma conclusão, mas agradeço na mesma nem que seja pelo que encontrei pelo google... :P

on disse...

Hugo,
andar por aí a coscuvilhar a vida de uma senhora casada é muito feio. Um homem honrado procura antes pelo marido, Peter Hegre de seu nome.

MP-S disse...

excelente post! (e' a unica coisa que me ocorre comentar)

on disse...

Parabéns omwo,
tens razão!
Também tenho de começar a desenhar:)