sábado, dezembro 8

Cinco

Eu é mais livros. Os filmes são para ver, não para pensar neles. No entanto é difícil esquecer alguns:

Amadeus - Milos Forman
American Beauty - Sam Mendes
Forrest Gump - Robert Zemeckis
Melhor é impossível - James L. Brooks
Voando sobre um ninho de cucos - Milos Forman

Psicanalisem à vontade...
Passo a bola do Lutz para o Alexandre Pearson, o Hugo, o Lino, a Sofia e a Maria da Conceição, que está de volta, se é que ainda não repararam.

13 comentários:

Lutz disse...

Ó ON, parece que houve referências cruzadas. Vamos considerar as respostas dadas, OK?
Abraço,

Sofia disse...

Este ON está cada vez mais querido... (qual é o bonequinho para os sorrisos amarelos?)

Vou só ali. Aceito o desafio (se é que é um desafio, porque ainda não pesquisei) mais logo.

:)

Hugo disse...

Este desafio parece-me mais decente que o outro. Respondo mais tarde, também.Mas vai ser difícil, com filmes tenho memória muito curta. Mas não concordo nada que os filmes são para ver, não para pensar. O livro obriga-nos é a construir as imagens na nossa cabeça, no entanto tanto um filme como um livro podem ter uma mensagem ou qualquer coisa que nos marca.

MC disse...

muito obrigada, pelo pregão aos quatro ventos, sobre o meu regresso. Não havia necessidade!

Peço desculpa, mas não me apetece nomear 5 filmes. Eu também é mais livros. Mas houve filmes que gostei muito de ver. E rever (embora não faça isso muitas vezes).

Curioso que o "melhor é impossível" também me prendeu bastante a atenção. E fico-me por aqui...ou não...:)nomeio mais dois: "cidade de Deus" e "fiel jardineiro" de Fernando Mendes.

MC disse...

desgraça, desgraça! Eu juro que ainda hoje não toquei em nenhum dos licores com que o meu cunhado me presenteou.

O realizador dos filmes "cidade de Deus" e "fiel jardineiro" chama-se Fernando Meirelles. Peço perdão!

on disse...

Pensando bem, acho que tinha que retirar algum filme para incluir

Groundhog Day - Feitiço do Tempo
de Harold Ramis
com Bill Murray e Andy macdowell.

Uma vergonha.

Sofia disse...

:)

Como é que se pensa bem?
Pensar mal existe?

on disse...

Pensar com erros de ortografia!

Sofia disse...

A ortografia não é pensada. É escrita. É concreta. Existe no papel (ou equivalente), não na cabeça.

Ortografia:
do Lat. ortographia < Gr. orthographía
s. f.,
forma correcta de escrever as palavras;parte da gramática que ensina a escrever correctamente as palavras de uma língua;representação, em geometria descritiva, de um edifício, perfil de uma construção, etc.

on disse...

Ah!
Afinal pensei mal.
Tens razão.

Sofia disse...

Não tenho, não.
As palavras são pensadas, antes de serem escritas. Bem ou mal.
A mente é um equivalente do papel. Eu posso visualizar palavras. Escritas num quadro, por exemplo.

on disse...

É mais sintaxe, semantica e lógica.

sofia disse...

Eu, por acaso, é mais bolos.