domingo, dezembro 23

Every Christmas

31 comentários:

on disse...

Já que o Luís M. Jorge o colocou e depois retiroe, alguém tinha que assegurar o serviço público.

Jaime disse...

< provocação >
Em assunto não relacionado, o mestre OMWO e os discípulos da sua teoria dos "padrões subjacentes" ao amor e ao sexo, já têm a Nicole Kidman a andar nua lá por casa? Não sei como é com os outros, mas se eu dominasse tal teoria, aplicava logo os seus infalíveis métodos de sedução à Nicole Kidman. ;-)
< / provocação >

on disse...

Foi tudo uma brincadeira, Jaime. Essas teorias não funcionam. Alguém acreditou que nós estavamos a falar a sério?

PS: A Nicole Kidman está fora de prazo.

Jaime disse...

<ironia>
Sim, sim, on, foi tudo uma brincadeira, sim sim...
</ironia>

Sofia disse...

Os homens e a mania de brincarem com coisas sérias...

Agora, que já enviei uma cartinha a tratar mal a Scarlett é que dizem que estavam a brincar...?


Obrigada pelo serviço público, ON.
Emociono-me sempre, quando oiço esta música. Coisas de mulheres...

Jaime disse...

Sofia, referes-te à Scarlett Johansson? Queres conquistar essa menina? Acho que vais ter muita concorrência! Mas com o segredo dos "padrões subjacentes" chegas lá de certeza. :-)

Sofia disse...

Claro, Jaime!
Que outra Scarlett poderia ser...? É linda!
Achas que lhe bata, quando estiver com ela? Isso fará parte de "A táctica" e eles não nos quiseram dizer? :)

(Já agora, tenho a mesma opinião sobre a Nicole. É uma óptima opção para fazer ciúmes à Scarlett. Há alguma parte de "A táctica", que fale nisto?)

CA disse...

"já têm a Nicole Kidman a andar nua lá por casa?"

Jaime

Newton escreveu os Principia mas não consta que fosse capaz de fazer levitação.

E certamente haveria contemporâneos seus a dizerem, após a publicação dos Principia: então o Isaac já consegue voar?

Jaime disse...

ca, os Principia abordam:
1. cálculo;
2. aplicações do cálculo à mecânica;
3. teoria da gravitação.

Portanto, os Principia estão correctos se e só se:
i. é-se capaz de demonstrar a parte da matemática;
ii. é-se capaz de experimentar com êxito a parte da física.

Assim sendo, levitar/voar não consta das coisas que Newton teria de fazer para estabelecer a correcção dos Principia.

Sofia disse...

:)))
CA

Resposta excepcional, de facto!
Não consigo para de rir :)

Jaime, acabou de cair por terra o que disseste sobre o sentido de humor dos homens. O CA está fazer comédia. Intencionalmente. E da boa. :)

CA disse...

Numa certa aldeia vivam dois amigos em duas casas iguais com quintais iguais. Um dos quintais tinha uma horta, várias árvores de fruto e alguns canteiros de flores. O outro tinha apenas algumas ervas bravas. E o dono deste último quintal, sempre que falava com o vizinho, dizia:
- Que sorte que você tem em ter um quintal tão bonito e tão produtivo. Quem me dera ter um quintal assim.
Isto repetia-se com frequência. Até que certo dia o dono do primeiro quintal, bastante farto da conversa do vizinho, acabou por responder:
- Olhe: a terra é igual. Plantando, dá!

O amor eterno, a felicidade para sempre, o casamento até que a morte nos separe, etc., não caiem do céu aos trambolhões nem são fruto de uma intuição inata, de uma sorte ou de atributos físicos, económicos ou outros. Precisam de trabalho, empenhamento e conhecimentos. No nosso tempo os métodos científicos começaram também a ser aplicados a estas áreas e têm dado contributos muitíssimo úteis.

Cabe a cada um escolher a atitude que quiser: aproveitar o que existe para ser feliz ou agarrar-se aos seus preconceitos sobre uma qualquer transcendência destas realidades que as faria pairar fora do alcance da racionalidade humana.

Para quem optar pela primeira via deixo algumas sugestões de leitura:

Anatomia do Desejo - A ciência e a psicologia do sexo, do amor e do casamento, de Simon Andreae, ed. Campo das Letras.

Paixão, amor e sexo, de Francisco Allen Gomes, ed. D. Quixote.

Os sete princípios do casamento, de John Gottman e Nan Silver, ed. Pergaminho.

Jaime disse...

Numa montanha perdida entre tantas outras montanhas, havia uma árvore mais alta do que as suas companheiras. No ramo mais alto dessa árvore vivia uma lagartixa verde chamada Verdusca. A Verdusca estava loucamente apaixonada por uma minhoca que vivia numa galeria de túneis perto da base da árvore. Era uma minhoca macho, grande, castanha e forte, chamada Castanhão.

No entanto, o Castanhão era homossexual. E por isso a Verdusca serpenteou, a chorar, até Hollywood, onde estreou-se num anúncio televisivo a insecticidas, tendo morrido de intoxicação química dias após o mesmo. Quanto ao Castanhão, continuou a receber em sua casa as outras minhocas macho da região.

Sofia disse...

Qual é a fórmula mágica, então, CA?

Estamos ansiosos à espera.
Já que basta que uma pessoa tenha lido tudo sobre o assunto para a saber...

CA disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
CA disse...

Sofia

Eu não acredito em magia.

Sofia disse...

Por isso é que ela não existe, para si. Apenas por isso. :)

Don H Joe disse...

A formula magica ja foi mencionada muitas vezes, vezes demais neste blog.

O unico que discorda é o Jaime. Tu Sofia, nao contas para este rosário. Mas parabéns. Ganhaste a batalha para manter o Jaime na escuridao.

Enfim, cada qual cuide de si, que a nossa energia é limitada, e deve ser bem aplicada.

Boa sorte Jaime.

mendigo disse...

Don, talvez tenhas razão, talvez não.
Já falamos.
Primeiro deixa-me colocar aqui esta pérola:

"Girs for Dummies"

Chapter one, here's the first mistake
treating girls like gold from the very first date
If you become their friend that's all you'll ever be

Chapter two, here's what to do
you find a girl who really likes you
and don't let her know that you like her too

Chapter three, now listen to me
Keep her emotions in agony
Keep on reading cause you're almost there

Chapter four, it's time to score
You followed the rules now she's your whore
Aren't you glad you listened to this song?

Now if you don't like what you're reading
we don't care for this reason
girls owe me so fuck you

mendigo disse...

Faltou a referência:

http://www.testblog.net/gallery2/v/testblog/DUMMIES.png.html

mendigo disse...

Diz o Jaime:
"Em assunto não relacionado..."
Será?
Last Christmas é um vídeo romantico.
A Dona Sofia emociona-se sempre que o vê.
O Jaime também.
O Jaime ficou com vontade de aprender algo.
Exactamente o quê?
A passar do comboio dos loosers para o da Sharon Stone?
Pois, o on é um bocado sádico, não é?:)
Se ele quer aprender, porque é que foi tão agressivo?
Os tímidos...
Talvez o Jaime ainda vá a tempo de perguntar.
Talvez.

mendigo disse...

Talvez até se possa evitar a lição 4.
Aquilo até está exagerado.
Perturba mentes sensíveis.

medigo disse...

Mas até tens razão.
A Dona Sofia pode ganhar outra vez.
Basta ela querer.
Basta ela sorrir duas vezes durante o café, convidar o jovem Jaime a dar um passeio no parque mais próximo e olhá-lo duas vezes enquanto caminham. Na dúvida, dar-lhe a mão durante uns segundos.

Se a Sofia quiser.

mendigo disse...

PS:

Não on, eu não estou a dizer que tu puseste o video do Woody Allen para chatear o Jaime.

Estou a dizer que pusestes OS DOIS vídeos com o mesmo objectivo: para libertares os instintos do jovem Jaime. Aliás, o vídeo dos Wham também tem dois comboios. Nós não vemos um porque estamos dentro dele.

on disse...

Mendigo,
cada post é um acto de criatividade único. Como se pode então encontrar padrões nos posts de uma blog?
Nonsense!

Sofia disse...

O que me emociona, na música, é lembrar-me de quando era pequenina e tinha sonhos. E acreditava muito mais do que acredito hoje. E falava, em silêncio, com a lua. E utilizava-a como mensageira. Dizia-lhe que sabia que ela a mesma para quem o "meu futuro marido" (santa ingenuidade) olhava. Mandava recados através dela. Da mesma forma que me emociono quando vejo um casal de velhinhos, na rua. Não é por ser... uma pessoa do sexo feminino. É porque sou uma pessoa, ponto final.

Há sempre outra hipótese. Mas quando só vemos o que nos mostram, ou o que nos convém ver...
Não sabem que, além do "conto dos dois comboios" também pode haver "o comboio dos dois contos"?

Não são os comboios que fazem a história. São as pessoas que estão lá dentro.

Vocês todos, bem lá no fundo, sabem isso. Só que cresceram demais.

on disse...

Sofia,
também acho o vídeo especial. Mas reconheço-lhe um lado diabólico.
O princípio do filme do Woody Allen ajuda a desmontar esse lado diabolico do "Last Christmas". Foi por isso que o coloquei.
Quem cresceu de mais foi a realidade, não fomos nós nem o Woody Allen.

Aliás, não crescemos assim tanto. Os miudos de treze anos entram no mundo do amor em grande desvantagem em relação às suas colegas, que nessa idade são bem mais maduras.
E brincam com eles como um gato brinca com um rato antes de o comer.
É por essa idade que os rapazes de quinze anos lhes ensinam duas ou três coisas. Aquilo a que assististe aqui foi uma versão mais sofisticada dessa iniciação.
Estou bem grato pelas lições que recebi na altura. Foram-me muito uteis.

Sofia disse...

Ainda bem, ON.
Vários corações partidos mas o teu, nunca mais. É assim mesmo. À homem!:)

Mendigo: Ganhar o quê? Qual é a guerra? Fiquem lá com a vitória (até pode ser a Beckham, se quiserem)
Não ando cá para competir.

Um conselho: em vez de se queixarem, escolham os vossos alvos com mais cuidado. Usem a inteligência em vez dos olhos. Nem tudo o que luz é ouro. Aliás, poucas coisas que luzem o são.

mendigo disse...

Dona Sofia,

os loucos não sabem que são loucos,
as crianças, não dizem que são crianças.
Quem fala sobre crianças, são os adultos.
Por muito que lhe custe, diga lá ... 33!

Ganhar? Agente não Ker ganhar nada.
Agente só ker saber como foi o Kafézinho.
Mas não vamos saber Nunka,
pois não?

Por falar nisso...
Onde é que anda o Jaime?

on disse...

Sofia,
continuei a fazer muitas asneiras. Digamos que o meu coração se partiu menos vezes. Valeu a pena.

Sofia disse...

:)
33 de invólucro, Mendigo. Não me custa a-b-s-o-l-u-t-a-m-e-n-t-e nada dizê-lo. 33 33 33 33 33 33 33.
Se bem que... acho 35 muito mais giro.
Sou daqueles estranhos seres a quem os numeros dizem muito pouco. E até lhe digo mais: ninguém me dá mais do que 24. Logo a mim, que nem me importava que dessem.

O café tem cafeína.Espero ter dissipado qualquer dúvida. :)
(quando se quer saber, pergunta-se de uma forma directa e justifica-se o interesse na resposta)

Sofia disse...

Que bom, ON.
(... acho eu.)
:)