terça-feira, julho 26


Sempre tão perto de mim
Procuro-te por toda a parte
Finalmente chamaste-me!
Murasaki
como é bom
ouvir a tua voz
Joana
ver o meu nome planar
na brisa quente
que sibila da tua boca
Calvin
sentir as tuas palavras
serpenteando pelo ar
MaDi
como uma fita de papel
lançada da janela
em direcção ao céu
M
cometa de brincadeira
preso ao meu dedo
Calvin
que voa, suavemente
em todas as direcções
desde que estejas lá
Sofia
onde rebentam as ondas
onde vagueia o meu sono
Calvin

Aqui fica a selecção de um ramo da árvore feita por um dos nossos leitores. Vou ter de lhe pagar um jantar. O renku continua a partir do último verso do Calvin.
M, obrigado pela nova árvore!

114 comentários:

OMWO disse...

Ena :)

Esta bonito :)

on disse...

Calvin

1
onde rebentam as ondas
onde vagueia o meu sono

macha k disse...

Muito :)

sofia disse...

Vá, Macha. Atira-te de cabeça :)

1111 disse...

2 continua 1

onde te procuro
onde te não encontro
talvez amanhã

wei disse...

Tás em todo o lado...:)

wei disse...

(sou eu, Sofia):)

sofia disse...

Eu sei, Wei! Aqui, muito menos!!! :)))

wei disse...

Já te dei a abelhinha!

sofia disse...

Eu sei. Já me picou...

M disse...

3 continua 1

Em barco de papel
com velas de seda
enfunadas pelo sonho

murasaki disse...

parto em busca
de ti

MaDi disse...

Está árvore está muito mais bonita que a outra, M ;)

MaDi disse...

agora já não se diz 2 continua 1 e assim por diante?

Murasaki disse...

4 continua 1

parto em busca
de ti

sorry, Madi!...

M disse...

Pois está, Madi, parece mais real :-)

MaDi disse...

5 continua 3

desperto para ti
quando o vento sopra

MaDi disse...

Podemos continuar os outros ramos, ou é só este, on?

on disse...

Madi,
acho que é melhor continuar só este, senão é muita confusão...

MaDi disse...

lol.

ok.

wind disse...

6 continua 3

o vento nos cabelos
teus olhos a brilhar

Calvin disse...

7 continua 5

na proa do peito
o sal é agora alvorada
é aqui o mar alto

MaDi disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Calvin disse...

Para 8 continuar 7 tem que ter apenas duas linhas, Madi. :o)

MaDi disse...

Oh!

8 continua 7
gaivotas circulam ondulantes
mostrando o caminho

MaDi disse...

;)

M disse...

9 continua 6

como duas estrelas
à espreita, poisadas
sobre a lua cheia

MaDi disse...

10 continua 9

que se derrama
sobre o mar infinito

Calvin disse...

11 continua 10

luzes
que suspiram
de mim ao horizonte

M disse...

12 continua 10

de azuis e verdes
espraiando-se
sobre o areal

MaDi disse...

13 continua 12

de grãos brancos e finos
que se enroscam pelos dedos

M disse...

e por eles escorregam
quentes, livres,
cobertos de sol

MaDi disse...

presumo que a m queria dizer
14 continua 13

15 continua 14
brilhantes e luminosos
afagando a pele

M disse...

Exactamente, Madi, confirmo a numeração, esqueci-me de lá pôr a referência.

E fico à espera da inspiração que me abandonou por momentos...

MaDi disse...

LOL

Eu fico à espera...

M disse...

16 continua 15

E dou-te um colar
feito de búzios
e conchas nacaradas


(Um bocado à força, mas aqui vai...)

MaDi disse...

17 continua 16

que ornamentam suavemente
o teu busto de alabastro

M disse...

18 continua 17

qual sereia perdida
pelas ondas alterosas
atirada contra a praia

MaDi disse...

19 continua 18
debruada de rochas
esculpidas pelo mar

M disse...

20 continua 8

Com seus gritos
assustadores
voam sobre o mar

MaDi disse...

21 continua 20

arrebatadoramente
agitam as ondas

M disse...

Então ninguém mais poisa nos ramos da árvore?

M disse...

22 continua 2

no meio da neblina
que cai sobre a praia

M disse...

23 continua 21

alvoroçam as praias
e afastam as gentes
da beira-mar

MaDi disse...

24 continua 22

que me turva
a visão da tua
silhueta

M disse...

25 continua 24

contorno de uma sombra
morrendo sobre a areia

M disse...

26 continua 19

Figuras de gente
imóveis e sós
sentadas no mar

MaDi disse...

27 continua 25

despedaçando-se
aos poucos com
saudades

sofia disse...

28 continua 1

onde entro, tão nua
e mergulho sem medo
onde te respiro

sofia disse...

Então?! Já foi toda a gente embora?!

Calvin disse...

29 continua 28

entre lençóis de água
inspiramo-nos

sofia disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
sofia disse...

30 continua 29

afogando-nos
na imensidão do fundo
do amor que fazemos

MaDi disse...

31 continua 30

e refazemos
expirando-nos

Calvin disse...

32 <- 30

Respirar vem depois
Sustemo-nos

33 <- 31

Suamos mares
Adoro o teu ar
Quando cerras os olhos

sofia disse...

(Estás rodeado. Muito bem rodeado. Vamos ver se aguentas... :))) )

34 continua 32

como à nossa respiração
para que, de súbito
sintamos tudo de uma só vez

Calvin disse...

35 <- 34

Todos os gritos da vida
Nas mãos um do outro

sofia disse...

36 continua 35

todas as tempestades
cada pôr do sol
nas pontas dos nossos dedos

Calvin disse...

37 <- 36

Hão-de nascer flores
Na marca das nossas pegadas

MaDi disse...

38 continua 37

Hão-de crescer bosques
nascer amores nos locais
onde caminhámos

M disse...

39 continua 38

veredas de flores
e cantos de pássaros

sofia disse...

(tás feito!!! meninas, vamos dar cabo dele? :))))) )

40 continua 37

há-de crescer um pomar
na terra seca
onde nos amámos

MaDi disse...

41 continua 40

com macieiras
de sabor inigualável

Calvin disse...

42 <- 38
Se te cantar
Danças?


43 <- 41
Na minha boca
Sabes
Bem

MaDi disse...

44 continua 39

que esvoaçam
coloridos
matizando os ares

M disse...

45 continua 44

e que poisam sobre nós
alegrando os dias baços

MaDi disse...

46 continua 45

resplandecendo
dos momentos de antes
o seu encanto

M disse...

47 continua 46

miríades de luzes
sobre o presente

sofia disse...

48 cntinua 47

e sombras
tantas sombras
projectadas no futuro

MaDi disse...

49 continua 48

refractando as
esperanças

sofia disse...

50 continua 49

aniquilam os sonhos
destroem as ilusões
expandem os medos

MaDi disse...

sofia,

isto está a ficar negro...lol

sofia disse...

Como a lua, Madi... como a lua... :) Puxa-me para a luz, vá... :)

M disse...

51 continua 50

Medos que se esfarelam
de encontro aos sorrisos

MaDi disse...

boa, M!

52 continua 51
que brilham
nas nossas faces
apaixonadas

sofia disse...

53 continua 52

e iludem a mágoa
que se esconde atrás deles

(a culpa é da lua...)

M disse...

54 continua 53

Como os rostos dos palhaços
de sorriso enorme pintado
sob lágrimas de tinta esborratada

sofia disse...

55 continua 54

que convencem a tristeza
a não sentir nada

M disse...

56 continua 55

para além das lágrimas
escorrendo pedaços
de vida esboroada

MaDi disse...

57 continua 56

como pétalas da flor
do mal-me-quer

M disse...

58 continua 57

Tão delicadas
no seu cair leve
sobre o nosso regaço

sofia disse...

59 continua 58

dando-nos a resposta
que ansiamos saber

MaDi disse...

60 continua 23

e a maré sobe
roubando o areal
------------------------
61 continua 11

indicando o norte
onde estarás
---------------------------
62 continua 59

e que nos ilude
e nos engana
da triste realidade

MaDi disse...

63 continua 43

como o mel que escorre
pelos lábios

MaDi disse...

64 continua 33

como um anjo
adormecido

M disse...

Madi, que provocação! Tantos ao mesmo tempo!... :-)

bloggersofia disse...

Madi, que inspiração! :)

sofia disse...

Nem tentem.. já mudei o username e a password... :) (isto, só a mim...)

M disse...

65 continua 60

Arrastando segredos,
amores, desgostos
e palavras vãs

M disse...

66 continua 64

de asas brancas
abandonando-se
no meu colo

MaDi disse...

lol
foi a praia, inspirou-me :D

MaDi disse...

67 continua 65

resgatando
os sentimentos

sofia disse...

Onde é que fica essa praia? Também quero! :)

sofia disse...

Vocês são terriveis... Estou completamente perdida... :)))))

M disse...

68 continua 67

que se desfizeram
na espuma das ondas
da maré alta

M disse...

69 continua 62

Que nada mais é que
um fragmento da vida

MaDi disse...

70 continua 69

reflectida num
pedaço de espelho
que se partiu

M disse...

e onde encontramos
uma nesga de sorriso

M disse...

Sorry!

71 continua 70:
E onde encontramos
uma nesga de sorriso

M disse...

Madi, eu acho que o ramo já vai tão alto que qualquer dia damos um trambolhão dos grandes...

on disse...

:)

MaDi disse...

lol

é só saltarmos para outro ramo :)

MaDi disse...

72 continua 68

que são levados
pelo oceano

M disse...

73 continua 72

num turbilhão
de águas
encaqpeladas

MaDi disse...

A minha imaginação(ou será intuição??) está a esgotar-se...

M disse...

Assim sendo, vou sentar-me debaixo da árvore a dormir a sesta. Só espero que não me caia nenhum renku em cima da cabeça... É que eles são pequenitos, apenas duas ou três linhas cada um, já se sabe, mas fazem mossa. Luas, pássaros, mares encapelados, sorrisos, lágrimas pesadas, desgostos de amor, espelhos partidos, eu sei lá... Já viram o que era apanhar com um pedaço de espelho cortante em cima do toutiço? Com algum sorriso escarninho, quem sabe? Livra!

MaDi disse...

:)

on disse...

:)
Fica prometido, da próxima vez que fizer a A8, vou tratar do renku. A trs euros à hora, não dá.

MaDi disse...

on,
3€/h? Andas mesmo viciado...Chiça!

MaDi disse...

Ainda não fizeste a A8, on?

on disse...

Caramba Madi, não faço a A8 todos os dias. Só duas vezes ou trs vezes por semana!

MaDi disse...

Oh!
Tinha percebido que tinhas resolvido passar as férias na autoestrada :)

MaDi disse...

Este é o teu record de comments num post, não on?

sofia disse...

Não, Madi. Este é que é. :)))