terça-feira, julho 19

À moda do Minho

Parece ter acontecido um novo tipo de roubo em Braga.

6 comentários:

on disse...

Procurei na internet outras notícias sobre este roubo. Não encontrei mais nenhuma.
Parece no mínimo estranho que assim seja.

É curioso que algumas pessoas que minimizaram o apagão pareçam agora querer dar relevo a esta notícia. Ao que parece foram brancos que cometeram o crime e isso equilibra a situação. Não vejo as coisas dessa forma.

Aproveito para lembrar o meu primeiro post sobre o arrastão.

Como já escrevi aqui várias vezes, preocupa-me a reacção desta geração de jovens educada na abundancia e na facilidade, perante as dificuldades que vão encontrar. Ninguém os preparou para isso. Seria interessante tentar perceber as motivações dos jovens que praticaram o roubo.
Infelizmente os media não estão interessados no assunto.

Anónimo disse...

Que saudades tenho de CA! Pessoa sensata. Equilibrada.
Não me parece que haja muitas pessoas a querer minimizar este tipo de acontecimentos. São graves, é evidente.
Lembra-se do gang do multibanco? Lembra-se dos criminosos? Tinham a aperência de gente "normal", trintões, quarentões.
Não o preocupa que, no futuro, não sejam só jovens, mas também toda a espécie de pessoas marginalizadas a entrarem neste tipo de crimes? E até em coisas mais graves?
Sabe o que se passa com as Máfias de leste (e não só) em Portugal?
Nada disto tem a ver com o desemprego , ou a perspectiva dele(entre muitos outros motivos como é óbvio)?

OMWO disse...

Tentar compreender os motivos da coisa é sempre util. Mas não é isso que resolve o assunto de curto prazo, que também tem que ser resolvido. É preciso agir nas duas frentes em simultaneo - repressão no imediato, prevenção a longo prazo. A incompatibilidade entre as duas é uma fantasia. A mania das dicotomias...

Noto mais uma vez com tristeza que num espaço de tempo tão grande tudo o que os cidadãos comuns fizeram foi ficar a olhar ou à espera da policia. Não se arranjavam umas pessoas dispostas a ajudar enquanto a policia não chegava? Só os comerciantes é que agiram, e isto porque deviam conhecer-se pessoalmente.

É certo que é dito que o sitio era "isolado", e eu não conheço o local. Mas um sitio com comercio nao é assim tao isolado de certeza, espcialmente durante uma gritaria de 30 minutos. Além disso fala-se de testemunhas...
É isto que quer dizer "brandos costumes"? Mais valia que não fossem...

sofia disse...

ON: Não me parece que seja esse o caso... Bairros sociais, abundância... Não faz sentido. Agora, uma coisa é certa: Nada desculpa o facto de a delinquência ser o caminho escolhido. Pode haver justificação para isso, mas não desculpa. Esses delinquentes precisam de correcção, de acompanhamento especializado.

on disse...

Absolutamente. Achava que já não precisava de dizer isso...
De qualquer maneira parece-me importante compreender este novo fenómeno, caso relamente seja um novo tipo de roubo.

Anónimo disse...

This is very interesting site... video editing schools