sábado, agosto 13

Intuição feminina 2: Tipos Psicológicos

A intuição tem mais a ver com as mulheres? Já fez o teste do post abaixo? Faça primeiro e leia depois...

Carl G. Jung foi um dos discípulos de Freud que procurou desenvolver uma teoria psicanalítica do inconsciente independente das questões de natureza sexual. A religião tem um papel fundamental na sua obra. Para Jung, uma neurose era uma oportunidade de crescimento interior. O psicanalista era em parte um guru.

Jung desenvolveu uma classificação das personalidades de acordo com o maior ou menor desenvolvimento de certas funções. Foi ele que introduziu os conceitos de personalidade introvertida e personalidade extrovertida, que já fazem parte da nossa linguagem do dia a dia.
Quando se faz uma análise de tipo macro, olha-se para aquilo que é comum a todos os indivíduos. Quando lidamos com uma pessoa concreta, é indispensável olhar para as suas característica individuais. A tipologia de Jung pode ajudar-nos a perceber as diferentes maneiras de agir de diferentes pessoas, dando-nos a possibilidade de melhor interagir melhor com elas.
Algumas pessoas desenvolvem mais uma das funções racionais: o pensamento ou o sentimento. O pensamento está associado ao raciocínio analítico, o sentimento à valoração moral das coisas. Estes duas funções são complementares. São também antagónicas. Quem desenvolve uma está parcialmente a bloquear a coisa. Simplificando um pouco, temos aqui a oposição típica entre o cientista e o padre.

Outras desenvolvem mais uma das funções irracionais: A intuição e a sensação. A sensação é o aqui e o agora, são os sentidos. A intuição é o que está para lá dos sentidos.

Cada pessoa é mais ou menos extrovertida e desenvolve mais uma ou duas funções. Temos aqui um pequeno esboço das ideias de Jung. Foi feito um pouco à pressa mas não há problema. Se tiver erros "O Setúbal" corrige :)).
Qunado a nossa relação com um aluno, um colega, o chefe ou a namorada não estão a funcionar bem, é possível que tal aconteça porque estamos à espera que essa pessoa veja o mundo da mesma forma que nós. Normalmente não é assim. As ideias de Jung apresentam uma forma estruturada de lidar com estes problemas.
Podem encontrar aqui uma descrição de vários perfis possíveis em função das vossas respostas. para uma descrição mais completa dos tipos, ver este link.

Voltando à questão inicial: a intuição feminina é a intuição de que fala Jung? Que vos parece?

5 comentários:

MaDi disse...

O teste está errado, on.

"ENFjs often have big, straight, sharp noses"
O meu nariz não é assim....

Eu não consigo ter opinião sobre isto, dado que não me identifico nada com a descrição. Só em pequenas coisas.

Ainda por cima, se há coisa que eu faço na vida é pensar. Às vezes até me apetece desligar o cérebro para ver se descanso. E depois, nem aparece isso no meu teste...

on disse...

Madi existem duas funções racionais, o pensamento e o sentimento. Estão as duas ligadas com o acto de raciocinar. Pensamento devia ser entendido enquanto pensamento analítico, ou logicó-dedutivo.

Só quem não "pensa" por aí além é o tipo sensação. Para o inyuitivo também se passa tudo no cérebro. Associar um tipo físico é arriscado. Não me lembro de Jung o ter feito no livro dele.

O segundo link é o mais profundo. O primeiro tem algumas intuições giras. Noutra altura eu teria escolhido os links com mais cuidado.

Anónimo disse...

Where did you find it? Interesting read » »

Anónimo disse...

Enjoyed a lot! film editing schools

Anónimo disse...

Best regards from NY! antidepressants Free best looking milfs Windows xp supplements online training Running shoes 2b best brands Waterbed fresh and clean Boating fenders Fremont sports