quinta-feira, julho 12

O MUNDO dos OUTROS (2)

O Elias reformou-se só para chatear. Continua a trabalhar todos os dias. E a militar no mais pequeno grupelho trotskysta que encontre a jeito. Ontem estava um pouco menos confiante no futuro deste país.

Imagina que estes miúdos resolveram organizar aqui na Faculdade um curso de empreendedorismo.
E-M-P-R-E-E-N-D-E-D-O-R-I-S-M-O!

Deixa lá: sem esses gajos, o que era feito da luta de classes?


Tive direito a um exemplar do jornal dele e a mais dois ou três panfletos. Da outra vez que mos tinha oferecido, tive de os pagar.

1 comentário:

on disse...

Estas foram as únicas ocasiões em que me recordo de conseguir entrever o mundo dos outros. Nas outras duas mil oportunidades, deixei-me ficar fechado entre as quatro paredes do meu.