quinta-feira, fevereiro 23

A seita da linha

Nos últimos anos tem crescido rapidamente um grupo ultraconservador dentro da igreja católica. Uns familiares meus têm a casa repleta de imagens de santos. Ouvem constantemente música religiosa, o terço e vários canticos que eu não sei identificar. Queimam tudo o que lhes aparece à frente. Desde os livros da Isabel Allende e do Harry Potter (magia), às estátuas de Buda ou vindas das ex-colónias, até mesas indianas. Explicam-me que todos os discos rock contêm mensagens subliminares, o fumo das discotecas contem drogas, os produtos do supermercado Celeiro também. Quando vão a casa de alguém desligam a televisão, essa invasão do demónio, sempre que podem. Frequentam umas missas esquisitas, tipo IURD, onde se realizam exorcismos e onde acontecem regularmente milagres. Não têm a hierarquia da igreja católica em grande conta mas parece-me que esta não se sente incomodada por isso. Dão uma especial importância á virgem de Međugorje, a versão bósnia de Fátima.
Já ouvi alguém referir-se a eles como sendo a seita da Linha. Parece que a zona da linha de Cascais é o epicentro desta revolução. É a nossa pequena Califórnia. Convém notar que algumas das pessoas de que eu estou a falar têm mestrados e doutoramentos, não são propriamente incultas.
Estranho que não se fale mais deste assunto nos blogues religiosos que costumo visitar. Alguém me ajuda a compreender o que se passa? Como é que se chama este grupo? Como é que começou?

16 comentários:

Luis M. Jorge disse...

"Como é que se chama este grupo?"

Chama-se um grupo de atrasados mentais. Quanto aos "mestrados e doutoramentos", lembre-se do distinto professor César das Neves.

on disse...

Caro LMJ,

O homem das Neves ao pé deste grupo é um protoateu :)))
compreendo como é que as pessoas em questão deram no que deram. Interessa-me compreender um pouco melhor o fenómeno.
Também me surpreende que se fale tão pouco dele.
O nome é importante para poder fazer uma busca na net.

M disse...

Não faço a mínima ideia de quem são. Estou espantada. Um grupo dentro da igreja católica?!

Anónimo disse...

Não fazia a mínima existência destes tipos. Já agora, qdo fala em mestrados e tal, tou com curiosidade na área...
(como amanhã não nos devemos ver, bom fds)

Hugo

/me disse...

Também nunca me foram apresentados!

Manuel disse...

Olá On,
Embora me pareça que já me falaram uma vez ou duas dessa gente (Náo sei se seräo os mesmos...), näo lhe sei dizer nada de concreto. E com täo pouca informaçäo, näo arrisco palpites. Mas se me diz que até tem proximidade pessoal com alguns elementos, talvez seja a melhor forma de obter informaçäo: nome do grupo, fundamentos, orientaçäo espiritual e ligaçäo à Igreja...
A partir daí, já será mais fácil saber mais...

lino disse...

Ó ON: não te esqueças de que também têm doutoramentos a Ana Benavente, o Francisco Louçã, o J. Filpe de Matos, o.. a.. o... a... e podem prègar todos os disparates que conhecemos, talvez com um impacto maior...

on disse...

Deve-se falar nos assuntos de forma proporcional à sua importância. E este, nunca ouvi falar dele. Se metes o Loução à baila, qual é o político que deixas de fora?:)

Anónimo disse...

Eu tenho um mestrado e já conheci muitos doutorandos e doutorados. E só posso dizer que normalmente a sua arrogância é directamente proporcional à sua ignorância. Ignorância não do pequeno mundo das suas especialidades, que tentaram explorar até à exaustão, mas do grande mundo em que vivem, e que frequentemente deixam de ter a capacidade de ver, devido à grave perda de humildade que está frequentemente associada aos graduados. Não me surpreende por isso que seja esse tipo de pessoas a tomar estas atitudes. Só espero que os outros não lhes aceitem nenhum tipo de autoridade, a igreja tem dado muitos passos atrás neste sentido nos últimos tempos, quando os tempos são precisamente de abertura e tolerância a outros mundos.
E a propósito vou deixar aqui uma citação: "Conhecimento real é saber a extensão da própria ignorância." (Confúcio)

Lyra disse...

aqui http://www.paroquias.org/forum/read.php?1,16774 (quase no fim da página) tens o inicio. depois, depois nao sei, a verdade é que fiquei curiosa e andei a pesquisar um bocadinho.

raiva disse...

Essa dos doutores e mestres... conheço tanto imbecil mestre e doutor, meu deus!...

Anónimo disse...

Por todo o mundo, milhões de pessoas seguem uma religião que foi fundada há 2000 anos. Todos os fds vão à missa, os padres não se casam e são só homens. Rejeitam o sexo sem ser para fins reprodutivos. Ao longo dos anos acumularam enormes riquezas, hoje concentradas no Vaticano. etc etc etc. Qual é a minha conclusão? Todas as religiões (sérias) têm um fundo bom, mas regra geral são uma bela trampa. Essa seita que apresenta no post é um desvio ainda pior do pior que representa o catolicismo.
Hugo

Anónimo disse...

Espanta-me tanta ignorancia.... tanto medo da Igreja..
Espantame acima de tudo o medo. Todos tem o direito de ser o que quiserem. Tem o direito de insultar a fé dos outros. Mas quem tem fé, nao pode exprimi-la, porque é taxado logo de fundamentalista.
É esta a sociedade democrática que nos prometeram?
Desculpem-me mas esta conversa toda, inclusivé "da Linha" cheira-me a bloco de esquerda.

Anónimo disse...

sera que andam a reescrever o codigo da vinci em lisboa??cheira-me a opusnao dei...

Anónimo disse...

best regards, nice info
mortgage refinance maine Higher education email marketing tips ritalin Prepare and get microsoft certification free of ch perry craft roof racks Seo service tool roseborough blackberry

Anónimo disse...

You have an outstanding good and well structured site. I enjoyed browsing through it
» » »