quarta-feira, janeiro 31

Abarrotes

A avenida Emiliano Zapata é uma fila interminável de "garagens" ocupadas porta sim porta não por lojas de abarrotes. Lojas onde se vende tudo e nada, embora as soft drinks ocupem sempre um lugar de destaque. As restantes portas são ocupadas com restaurantes, dentistas, lojas de reparação de televisões e tudo o mais que possamos imaginar. A loja da foto é o modelo de luxo.
O taxi despejou-me no hotel, um edificio de cinco andares acabado de construir que destoava da paisagem. O meu primeiro contacto com o México foi um pequeno choque. Depois deixei de estranhar os minibus sem amortecedores que faziam de autocarro. No último dia da conferencia até deu para visitar o centro histórico. A cruz quadrada suspensa do tecto dá à catedral de Cuernavaca uma intensidade dramática única. O fogo que destruiu o seu interior só contribuiu para a tornar ainda mais bela.
O mais importante de tudo foi o privilégio de andar uma semana de manga curta, o que vale todas as riquezas do mundo. E ver pessoas que parecem ser muito mais felizes do que nós outros, que parece que andamos sempre a inventar algo de que nos queixar.

15 comentários:

sofia disse...

É por isso que não me atrevo a viajar fora de Portugal ou, em casos extremos, a ultrapassar a fronteira que divide Espanha e França. Temo que, no regresso, faça como toda a gente e comece a falar mal do meu país e bem do dos outros. Que falta de patriotismo há neste país! (Viram? Só falei mal do nosso. Não falei bem de outro.):)

on disse...

Nós outros inclui neste caso todos os europeus. Agora que podemos andar pela Europa sem trocar moeda ou mostrar passaporte deixei de encarar uma ida a Paris como uma viagem ao estrangeiro.

on disse...

...e que planeta é esse que agora adoptaste como morada?

sofia disse...

Não faço ideia... :))

Claro que faço. É o que me rege. Jupiter. Lindo, não é?

sofia disse...

Calma! Não respondam todos ao mesmo tempo... :)

sara monteiro disse...

Também digo! Que barulheira, parecem crianças!

Jaime disse...

Fui ver ao dicionário de parece que "abarrotes" é uma forma do verbo abarrotar, que significa atestar. Será que essas lojas têm esse nome porque servem para o cliente atestar-se de produtos de uso comum?

Jaime
www.blog.jaimegaspar.com

Anónimo disse...

dicionário de espanhol?

Sofia disse...

Volto a pedir:

Não respondam todos ao mesmo tempo!
Este blog está frenético.

ON disse...

É um blog mexicano!

Sofia disse...

A parte do mexicano, ainda percebo... :)

Anónimo disse...

Tenho de ver se me consigo lembrar da password do blog:)

on

Sofia disse...

:))))
Não acredito...! :)))

on disse...

Agora que o blogspot me deu uma nova password, até podia fazer mais um post.

Sofia disse...

Não tinhas coragem... :)